quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Meu colo, abraço. Repousa o medo. Passa, para estar.
 

Nenhum comentário: