sábado, 2 de fevereiro de 2008


Fragmentos sem identificação. Pouco controle, o que há por dentro sempre passa pro outro lado.

Gota a gota. Observação. Respostas?

Um comentário:

[Seu amor] [tu sabe@...] [mais do que eu conhece] 05/02/2008 16:59 disse...

Nunca deixe de escrever. Todos seus movimentos são lindos. Os do corpo para o palco os do palco para a o lápis os voluntários do coração para os involuntários meu coração. Te amo!